Lula volta ao Rio Grande do Sul neste domingo (5) para se reunir com Eduardo Leite

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva retornará ao Rio Grande do Sul neste domingo (5) para acompanhar os trabalhos do governo federal na prestação de assistência humanitária aos atingidos pelas fortes chuvas no estado. A informação foi confirmada pelo ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom/PR), Paulo Pimenta, em seu perfil na rede social X (antigo Twitter).

Na tarde deste sábado, Lula também preside uma reunião virtual da sala de situação criada por ele na quinta-feira (2). No Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, Lula e ministros debatem, por videoconferência, soluções emergenciais para o estado. Parte dos ministros já se encontra em Porto Alegre onde será instalado um escritório permanente que funcionará como base para agilizar a comunicação entre governo federal e municípios atingidos.

Retorno de Lula
Neste domingo, a previsão é que o presidente viaje acompanhado de nove ministros, entre eles, o da Fazenda, Fernando Haddad; a ministra da Saúde, Nísia Trindade; da Educação, Camilo Santana. O desembarque está previsto para 10h30 no estado. O presidente Lula irá se reunir com o governador gaúcho, Eduardo Leite, prefeitos dos municípios afetados e autoridades locais, com o objetivo de reforçar o trabalho conjunto que está sendo feito.

“Não vai faltar disposição, orçamento e capacidade de trabalho, para que a gente possa reconstruir tudo aquilo que está sendo destruído do Rio Grande do Sul. Mas, principalmente, para que a gente possa salvar vidas e fazer com que todo o suporte necessário, nesse momento dramático que o Rio Grande precisa, possa ser oferecido pelo Governo Federal”, anunciou o ministro da Secom/PR.

A equipe se somará às autoridades federais que estão no estado: os ministros Paulo Pimenta; da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, a presidente da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), Joenia Wapichana; o presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab/Mapa), Edegar Pretto; e o secretário nacional de Assistência Nacional, do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, André Quintão,

Segunda visita
Em menos de uma semana, esta será a segunda visita do presidente Lula ao estado. Na quinta-feira (2), o presidente Lula e ministros desembarcaram na cidade de Santa Maria para avaliar a situação. Na ocasião, ele garantiu que não faltariam recursos do governo federal no socorro à população do Rio Grande do Sul e na reconstrução de municípios gaúchos atingidos por tempestades e enchentes desde o início da semana.Após a visita, o presidente Lula determinou a criação de uma sala de situação para centralizar e coordenar as ações federais de socorro à população do estado e monitorar os temporais no RS.

Agência Brasil

Dengue assusta autoridades francesas para visita de Macron ao Brasil

Autoridades do governo francês admitiram ao Estadão preocupação com a epidemia de dengue no Brasil, por causa da visita do presidente Emmanuel Macron, na próxima semana. A convite do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Macron passará três dias no País e visitará três lugares que vivem uma situação de emergência por surto de dengue: Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro.

O País já registrou 2 milhões de casos de dengue, o recorde histórico desde o ano 2000. Houve 715 mortes – a maior parte delas no Distrito Federal, com 152 vítimas fatais. Há ainda 1 078 óbitos em investigação, segundo o painel do Ministério da Saúde. O presidente francês passará a quinta-feira, dia 28, em compromissos no Distrito Federal, que tem o mais grave surto de dengue do Brasil no momento.

Ao ser questionada sobre o assunto, uma importante autoridade francesa, que falou sob a condição de ter sua identidade preservada, disse que sim havia motivo para preocupação e cuidados, embora não tenha certeza de que o próprio Macron esteja ciente da gravidade dos casos.

Além de medidas de praxe relativas à segurança, os governos da França e do Brasil trataram de restrições alimentares do chefe de Estado francês e de desejos específicos como fazer uma caminhada na Avenida Paulista. O Palácio de Eliseu comunicou ao Itamaraty que Macron tem costume de fazer atividades assim quando viaja ao exterior e gosta da prática esportiva.

Os preparativos mobilizaram o escritório de Macron, a embaixada e consulados franceses no Brasil, além do Palácio do Planalto e do Itamaraty. Entrou no radar das autoridades de Paris o risco de contrair a dengue e outras doenças transmitidas por mosquitos no Brasil, como febre amarela e malária, comuns sobretudo na Região Norte – a última é mais frequente em áreas remotas. Todas tendem a ser potencializadas no período de chuvas do inverno amazônico.

O primeiro compromisso de Macron será em Belém, no Pará, onde circulará por ambientes abertos e fechados. Com Lula, ele irá tomar um barco e se deslocar até a Ilha do Combú para conhecer o cultivo de cacau e conversar com lideranças ribeirinhas e indígenas. Macron desembarcará na tarde de terça-feira, dia 26, vindo da Guiana Francesa, um departamento ultramarino de Paris que também abrange uma porção da floresta amazônica. São Paulo registrou até o momento 110 mortes pela dengue, o Rio de Janeiro, 63, e o Pará apenas 2 óbitos.

Estadão

Lula visita Pernambuco nesta semana

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumpre agenda em Pernambuco na quinta-feira (18) e sexta-feira (19) desta semana. Entre os compromissos da primeira visita do presidente ao Estado neste ano, estão o anúncio de investimentos para a Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Ipojuca, na quinta, e a Cerimônia de Troca do Comando Militar do Nordeste (CMNE), no Recife, na sexta. Também está prevista uma visita ao Palácio do Campo das Princesas, mas ainda não foi confirmada.

Pernambuco será o segundo estado do Nordeste na rota do presidente. Na quinta, o petista participa de inauguração da pedra fundamental das obras do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), em Fortaleza e, em seguida, cumpre sua agenda em solo pernambucano. Na sexta, Lula segue para a Bahia, onde lança obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

De olho nas articulações para as eleições municipais, que acontecem em outubro deste ano, a previsão é de que o presidente Lula dedique boa parte do tempo de sua agenda, neste primeiro semestre, a visitas em todos os estados do Brasil.

Em 2023, o petista recebeu críticas por priorizar a agenda Internacional, da qual o Brasil ficou praticamente de fora na gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro. No ano passado, o País ganhou destaque lá fora em espaços importantes como assumir, por exemplo, a presidência do G20, do MercoSul, e ainda a possibilidade de sediar a 30ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP-30), em 2025.

Diário de Pernambuco

Após 15 anos, primeiro-ministro do Vietnã visita o Brasil

O primeiro-ministro do Vietnã, Pham Minh Chính, vem a Brasília nesta semana para visita oficial ao Brasil, após 15 anos da última visita de um líder do país asiático. Ele será recebido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta segunda-feira (25), às 11h, no Palácio do Planalto.

Segundo o Palácio do Itamaraty, os mandatários tratarão de temas diversos da agenda bilateral, incluindo comércio, investimentos, ciência, tecnologia e inovação, cooperação técnica e educacional, defesa, energia renovável, entre outros. Lula e Minh Chính também devem abordar questões envolvendo o Mercosul, bloco econômico regional sul-americano, e a Associação de Nações do Sudeste Asiático, que envolve dez países da região, além de assuntos ligados a outros fóruns internacionais.

Está prevista a assinatura de acordos de cooperação educacional, defesa, agricultura e entre academias diplomáticas. Ainda na segunda-feira, o primeiro-ministro vietnamita fará uma palestra, aberta à imprensa, sobre a relação entre Brasil e Vietnã. O evento será realizado às 17h15, no Palácio do Itamaraty.

Comércio bilateral

Lula e Pham Minh Chinh tiveram uma reunião bilateral (foto) realizada no âmbito da cúpula estendida do G7, em Hiroshima, no Japão, em maio deste ano, quando trataram do comércio bilateral.

Em 2022, o comércio bilateral atingiu o recorde de US$ 6,4 bilhões, um incremento de 18% em relação ao ano anterior. As exportações brasileiras somaram US$ 3,4 bilhões, e as importações ultrapassaram US$ 2,9 bilhões. O Brasil é o principal fornecedor de soja e carne suína e o segundo maior de carne de frango e algodão para o Vietnã.

O Vietnã é uma nação localizada no Sudeste Asiático e tem uma população de mais de 97 milhões de habitantes. Tem economia baseada na exportação de produtos agrícolas, minérios, químicos, além de uma forte indústria têxtil e de produtos eletrônicos, por abrigar fábricas de importantes multinacionais desses setores no país, como Nike e Samsung.

Agência Brasil

Papa conclui viagem à França com missa multitudinária em Marselha

O papa Francisco oficiou, neste sábado (23), uma multitudinária missa, ao fim de uma breve visita a Marselha (sudeste da França), de onde pediu à Europa “responsabilidade” para com os migrantes e denunciou o “fanatismo da indiferença”. A bordo de seu papamóvel, o pontífice argentino foi recebido no Estádio Vélodrome sob aplausos dos milhares de fiéis presentes – as autoridades esperavam em torno de 57.000 pessoas – e gritos de “Papa Francisco!”, após percorrer as ruas da cidade mediterrânea.

“Bom dia, Marselha, bom dia, França”, disse ele aos presentes, incluindo o presidente francês, Emmanuel Macron, sua esposa, Brigitte, e a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde. “Viemos de longe, mas era importante estarmos aqui, porque estaremos em comunhão com toda a comunidade religiosa, católica”, disse à AFP Aurea Dias Neto, uma mulher de 52 anos, nascida em São Tomé e Príncipe, mas que vive no centro da França.

A liturgia, com orações lidas em vários idiomas, incluindo espanhol, armênio e árabe, concluiu uma viagem de dois dias do líder católico à segunda maior cidade da França, por ocasião do encerramento dos Encontros Mediterrâneos entre jovens e bispos dos países costeiros. Diante da multidão, o jesuíta, de 86 anos, pediu, mais cedo, “responsabilidade europeia” para enfrentar o “fenômeno migratório”, após denunciar na véspera o “fanatismo da indiferença” para com os migrantes. “Quem arrisca sua vida no mar não invade, busca acolhida”, reiterou o pontífice argentino, para quem o “fenômeno migratório” é um “processo” que “envolve três continentes em torno do Mediterrâneo”.

Sua viagem acontece dias depois de cerca de 8.500 migrantes terem chegado à pequena ilha italiana de Lampedusa, após cruzarem o Mar Mediterrâneo. Nele, mais de 28.000 migrantes desapareceram desde 2014, em sua tentativa de chegar à Europa, procedentes da África, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM). Desde sua eleição como sumo pontífice em 2013, uma de suas prioridades tem sido alertar sobre as tragédias dos migrantes, do Mediterrâneo à América Central, ou à Venezuela, passando por África, Oriente Médio, Europa, ou Estados Unidos, e pedir sua acolhida.

Seus novos apelos se dão em um contexto cada vez mais hostil para esses exilados na Europa. Exemplo disso, a França anunciou, por meio de seu ministro do Interior, Gérald Darmanin, que “não acolherá” ninguém de Lampedusa. O presidente francês, Emmanuel Macron, conversou por cerca de meia hora com o papa neste sábado. Os dois conversaram sobre a questão migratória e Macron expôs ao papa seus planos sobre um projeto relativo à eutanásia que deve ser apresentado “nas próximas semanas”, informou a Presidência francesa. Pouco antes, o papa havia advertido contra a “perspectiva falsamente digna de uma morte doce”.

O pontífice insistiu em sua oposição à eutanásia durante a viagem de volta à Cidade do Vaticano: “Não se brinca com a vida! Não se brinca com a vida, nem no princípio nem no final!”, declarou durante coletiva de imprensa no avião. O governo francês prepara um projeto de lei que poderia incluir a “ajuda ativa para morrer” para pessoas muito idosas. Sua apresentação está prevista para as próximas semanas.

Sua visita também foi acompanhada de polêmica na França. A oposição de esquerda criticou a presença de Macron e de sua mulher, Brigitte, na missa, ao considerar que “atropela” a neutralidade religiosa. Macron é o primeiro presidente, desde Valéry Giscard d’Estaing, em 1980, a assistir a uma missa papal. Batizado católico aos 12 anos e educado nos jesuítas, Macron é um presidente sensível à espiritualidade e atualmente se define como agnóstico. “Considero que meu lugar é assistir. Não irei como católico, mas como presidente”, defendeu-se, na semana passada.

O historiador Jean Garrigues rejeita as críticas sobre um atentado ao secularismo e explica que “existe uma tradição de presidentes católicos, crentes e até praticantes”, do general Charles De Gaulle a Nicolas Sarkozy.

AFP

Multidão de fiéis acompanham visita do Papa ao santuário de Fátima, em Portugal

O Papa Francisco foi recebido neste sábado (5) por cerca de 200 mil fiéis no santuário de Fátima, no centro de Portugal, onde passará algumas horas antes de regressar a Lisboa para uma vigília que antecederá a missa final desta edição do Dia Mundial da Juventude (JMJ).

A bordo de um helicóptero da força aérea portuguesa, o pontífice argentino sobrevoou a ampla esplanada do santuário, onde prevê passar duas horas rezando o terço com jovens doentes e fazendo um discurso. À sua chegada, Francisco foi aplaudido por cerca de 200 mil fiéis, segundo as autoridades locais, que não lotaram totalmente o emblemático recinto, sob um céu escurecido pelo fumo e cinzas de um incêndio florestal ativo a cem quilômetros dali.

Após o desembarque, Jorge Bergoglio percorreu em um “papamóvel” a esplanada que circunda a pequena capela que marca o local onde, segundo a tradição católica, a Virgem Maria apareceu a três crianças em 1917. “Mal posso esperar para ver o Papa, que representa a esperança para mim”, disse Cristina Gomes, uma portuguesa de 55 anos que veio dos arredores de Lisboa e passou a noite em Fátima, um pouco antes para garantir ela veria Francisco de perto.

“É uma visita importante que nos ajudará em nossa fé”, disse Juan Fiorani, um estudante argentino de 17 anos da vizinha Espanha, onde passou as férias. Aqui, a cerca de 130 km a norte de Lisboa, a Virgem Maria teria feito seis aparições aos pastorinhos, nas quais lhes teria confiado três segredos, entre os quais uma visão considerada profética do atentado perpetrado contra o Papa João Paulo II há mais de 60 anos.

Missas
Não é a primeira vez que Bergoglio visita o santuário como papa, onde já esteve em 13 de maio de 2017 para a canonização em massa de dois dos párocos, que contou com a presença de cerca de 500.000 peregrinos.

Francisco, de 86 anos, chegou a Portugal na quarta-feira para se encontrar com jovens católicos de todo o mundo, reunidos em Lisboa para uma semana de encontros festivos, culturais e espirituais. Desde o início de sua visita, a mais longa de um pontífice ao país, o papa argentino abordou temas como a ecologia, a guerra na Ucrânia ou a dor das vítimas de abuso sexual de menores por membros da Igreja.

Uma maré colorida de peregrinos inundou as ruas de Lisboa nestes dias, especialmente numerosos nos eventos realizados na quinta e sexta-feira num parque central com vista para o rio Tejo, onde 800 mil pessoas se reuniram na sexta-feira, segundo as autoridades. A cifra pode chegar a um milhão durante a vigília que será realizada na noite de sábado às portas de Lisboa, num grande parque montado para a marcação no terreno de um antigo aterro sanitário situado nas margens do estuário do Tejo.

Com seis milhões de visitantes esperados este ano, Fátima está entre os santuários marianos mais visitados do mundo, como Guadalupe, no México, Aparecida, no Brasil, ou Lourdes, na França.Já sem as restrições trazidas pela pandemia de covid-19, o santuário português recuperou este ano os níveis de afluência de antes da crise sanitária, com mais de 200 mil pessoas presentes na grande romaria anual a 13 de maio.

Folha PE

Lula pede que Bolsonaro seja proibido de usar visita a Londres em campanha

A campanha do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu hoje ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que proíba o presidente Jair Bolsonaro (PL) de usar como propaganda eleitoral qualquer vídeo, fotografia ou material gráfico produzido durante a viagem oficial a Londres, onde o mandatário participou do velório da rainha Elizabeth 2ª.

Os advogados Cristiano Zanin e Angelo Ferraro, que representam o petista no TSE, também pedem que seja determinada a remoção de links nas redes sociais de Bolsonaro, de seu vice, Walter Braga Netto, e de apoiadores políticos que usarem imagens e o discurso eleitoreiro do chefe do Executivo na capital do Reino Unido para fins eleitorais.

“Desde sua chegada a Londres, percebe-se que Bolsonaro confunde as figuras de presidente da República com a de candidato à reeleição, sequestrando atos oficiais da República brasileira para fazer campanha eleitoral, o que é absolutamente irregular”, afirma a defesa do ex-presidente.

Em outra frente, a senadora Soraya Thronicke, candidata do União Brasil à Presidência, acionou o TSE contra Bolsonaro por suposto abuso de poder econômico e político na ida a Londres para o funeral da rainha Elizabeth 2ª.

A congressista também pede à Corte Eleitoral que proíba o uso das imagens da viagem pela campanha bolsonarista. Mais cedo, a vereadora Erika Hilton (PSOL-SP) apresentou ação semelhante com o mesmo pedido. Os coordenadores jurídicos da campanha de Ciro Gomes, Walber Agra e Ezikelly Barros, também avaliam entrar com ação.

Gonzaga Patriota recebe visita do prefeito de Petrolina, Simão Durando

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), recebeu nesta quarta-feira (11), em seu gabinete, em Brasília, o prefeito de Petrolina, Simão Durando. O encontro serviu para  o gestor municipal estreitar os laços de amizade com o parlamentar e dialogar sobre novos projetos para o município pernambucano. Patriota reforçou que continuará ajudando Petrolina, através de emendas parlamentares e outras ações legislativas.

“O velho amigo Simão Durando esteve no nosso gabinete, como estiveram antes dele, o Fernando Bezerra Coelho, Júlio Lóssio, Miguel Coelho e tantos outros. Todos sabem que quando terminam as campanhas eleitorais, eu desço do palanque e trabalho para o crescimento de Petrolina através de nossas  parcerias com emendas parlamentares e projetos de leis, ajudando o município; a UNIVASF; CODEVASF; EMBRAPA e Instituições Públicas de Petrolina e do Brasil. Simão Durando veio solicitar que eu tenha a mesma parceria que tive com os prefeitos petrolinenses anteriores. Eu me coloquei à disposição para continuar ajudando a gestão dele, assim como fiz sempre”, comentou Patriota.

Comandante geral da PMBA visita Escola Municipal Caic, onde será implantada gestão compartilhada entre Secretaria de Educação e a polícia

A Escola Municipal Caic Misael Aguilar, localizada na sede do município de Juazeiro, passou por uma grande reforma promovida pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), e este ano será gerida de forma compartilhada com Polícia Militar da Bahia (PMBA). Nesta sexta-feira (08), em conjunto com as equipes técnicas da Seduc e gestora da escola, o comandante  geral da PMBA, o coronel Paulo Coutinho, o diretor militar da escola, o tenente coronel Jorge Sampaio, e uma comitiva de policiais, estiveram na unidade escolar para conhecer e validar as novas instalações, que devem se adequar ao padrão sugerido pela PMBA.

Na unidade, a comitiva percorreu o pátio, imediações da quadra poliesportiva coberta, corredores, bem como ambientes internos, como salas de aula, refeitório e ambientes administrativos. Na ocasião, a superintendente de Ensino da Seduc, Willany Cunha, destacou quais serão os próximos passos para a efetivação da gestão compartilhada na escola. “O objetivo dessa visita foi a validação do espaço, verificar se todas as normas técnicas sugeridas pelo comando foram efetivadas. Então, dentro dessa perspectiva, nós vamos assinar o termo de parceria no dia 20 de abril, em Salvador, e iniciaremos a gestão compartilhada da escola Caic”, explicou Willany.

LEIA MAIS

Em Caruaru, Miguel Coelho inicia nova etapa da pré-campanha para governador

Após se afastar do cargo de prefeito, o pré-candidato a governador Miguel Coelho (União Brasil) iniciou uma nova fase de sua caminhada até as eleições. O objetivo é intensificar agendas, a presença nos municípios e falar de temas sensíveis para a população. O pré-candidato quer percorrer mais de 70 cidades até o prazo das convenções partidárias, em julho.

Neste domingo e nesta segunda-feira, o ex-prefeito de Petrolina esteve em Caruaru. Acompanhado dos pré-candidatos Raffiê Dellon, Edson Vieira e da deputada estadual Alessandra Vieira, Miguel concedeu entrevistas para vários órgãos de comunicação. Parte da agenda também foi acompanhada pela prefeita de Bezerros, Lucielle Laurentino.

LEIA MAIS

Bolsonaro visita Pernambuco na próxima terça (8)

O presidente Jair Bolsonaro cumpre agenda em Pernambuco. A visita está programada para o dia 8 de fevereiro, na cidade de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco.

Na ocasião, Bolsonaro participará de uma visita a Estação de Bombeamento (EBI-3) e estará presente no acionamento das bombas no Núcleo de Controle Operacional. A programação está prevista para começar às 10h30.

Depois de uma live na última quinta-feira, em que se referiu a seus assessores como ‘pau-de-arara’, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, pediu que o presidente respeitasse o povo nordestino.

Folha PE

Ministro das Relações Exteriores visita Petrolina na próxima segunda-feira (31)

O ministro das Relações Exteriores, Carlos França, estará em Petrolina na próxima segunda-feira (31). O chefe do Itamaraty será recebido pelo presidente da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Guilherme Coelho, pelo prefeito Miguel Coelho e pelo senador Fernando Bezerra Coelho.

O presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Augusto Pestana, também compõe a comitiva ministerial. A programação inclui uma reunião com produtores associados à Abrafrutas. “Apresentaremos ao ministro toda a logística de produção e exportação da nossa região. Queremos o apoio do ministério para a abertura de novos mercados internacionais e para a conclusão do acordo entre o MERCOSUL e a Comunidade Europeia”, explicou Guilherme Coelho.

Ainda segundo Guilherme Coelho, o acordo entre as organizações internacionais tem o objetivo de isentar o taxação do “import dutty”. Hoje, os exportadores de uva do Brasil pagam de 8% a 14% sob o valor de venda da fruta para comercializar na Europa.
Ascom

Simão Durando apresenta obras importantes da gestão para prefeito de Pedra (PE)

 

Petrolina, no sertão pernambucano, tem sido palco de obras marcantes que têm se destacado diante, não somente do estado, mas no cenário nacional. Isso tem atraído a visita de vários gestores, e comitivas municipais, de outras cidades. Nesta sexta-feira (1) o vice-prefeito, Simão Durando, e o secretário de Governo de Petrolina, Orlando Tolentino, recepcionaram o prefeito de Pedra (PE), Júnior Vaz.

Durante o encontro, Simão Durando e o secretário Orlando Tolentino puderam apresentar alguns dos principais programas e obras de grande relevância para a Capital Sertaneja, com a presença do diretor-presidente da Autarquia Municipal de Mobilidade (Ammpla), Franklin Alves, iniciaram a agenda indo até o primeiro Centro de Comando de Controle e Operações (CCO) do Nordeste, com moderna estrutura para monitoramento do trânsito e segurança pública. Em seguida, acompanhados pela secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, visitaram as instalações do Centro de Parto Normal onde puderam conferir todo o atendimento e serviços disponibilizados às mulheres, e também foram conhecer a estrutura da nova Policlínica Municipal.

LEIA MAIS

Paulo Câmara vistoria e autoriza obras para melhoria do abastecimento de água no Agreste

Concluindo as agendas do dia, o governador Paulo Câmara vistoriou, na tarde desta sexta-feira (10), a perfuração e os testes das baterias de poços do Sistema Adutor de Tupanatinga. Com investimento de R$ 54 milhões, a iniciativa integra o Sistema Adutor do Agreste e levará água para mais de 215 mil pessoas dos municípios de Buíque, Pedra, Venturosa, Tupanatinga, Itaíba, Águas Belas e Iati.

Já no município de Buíque, durante evento na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Duque de Caxias, o governador inaugurou a quadra coberta e a reforma e ampliação da unidade. A obra representa um investimento de R$ 2,6 milhões. Também dentro do Programa Quadra Viva, o gestor autorizou o início do processo de licitação para contratação de empresa que atuará na construção da quadra coberta da EREM São Félix de Cantalice e construção de cobertura da quadra da Escola Vigário João Inácio.

LEIA MAIS

FUNASA apresenta projeto durante visita a Petrolina

Na manhã desta terça-feira (24), a Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Saúde, recebeu a visita dos representantes da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA). O encontro teve como objetivo apresentar projetos para implantação de tratamento de água nas comunidades da zona rural do município.

O momento também contou com a apresentação do projeto Salta Z, que visa desenvolver uma solução alternativa coletiva de tratamento de água para o consumo humano. O projeto segue por várias etapas e processos como: sistema de captação; dosador de coagulante; tanque de tratamento; dreno de sedimentos; caixa de sedimentos; dosador de cloro; filtro; e sistema de retrolavagem.

LEIA MAIS
123