Hospital Dom Malan em Petrolina recebe equipe do Ministério da Saúde para avaliação de boas práticas em doenças sexualmente transmissíveis

O Hospital Dom Malan em Petrolina recebeu nesta quarta-feira (5), a equipe nacional de validação do Ministério da Saúde para iniciar o processo de certificação de boas práticas nas condutas de eliminação da transmissão vertical de doenças sexualmente transmissíveis.

A certificação foi criada pela Organização Mundial da Saúde através da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). O objetivo é eliminar patologias como problema de saúde pública, a exemplo de HIV, sífilis, hepatites virais e doença de chagas.

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan em Petrolina fará festa junina solidária para arrecadar recursos para o Hospital do Câncer do Sertão do Araripe

O Hospital Dom Malan em Petrolina fará neste sábado (8), o São João solidário do Ismep. O objetivo do Instituto Social Medianeira da Paz, que administra o Hospital Dom Malan, é unir arrasta-pé, culinária junina e solidariedade.

O primeiro convite foi feito aos funcionários do HDM Ismep, que comprando ingressos estarão ajudando diretamente na construção Hospital do Câncer do Sertão do Araripe (HCSA), na cidade de Araripina.

LEIA MAIS

Pelos bons indicadores, Banco de Leite Humano do Hospital Dom Malan em Petrolina receberá certificação do Ministério da Saúde

O Banco do Leite Humano do Hospital Dom Malan, da rede estadual de saúde em Petrolina, receberá do Ministério da Saúde, o credenciamento na Rede Brasileira de BLH através da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). O evento acontecerá nesta sexta-feira (24), na Sala da Defesa de Tese do IMIP, em Recife.

LEIA MAIS

A Organização de Procura de Órgão do Hospital Dom Malan em Petrolina realizará curso de diagnóstico de morte encefálica

A Organização de Procura de Órgão (OPO) do Hospital Dom Malan, da rede estadual de saúde em Petrolina, realizará em parceria da Central de Transplantes do estado de Pernambuco, curso de diagnóstico de morte encefálica, no sábado dia 25 de maio, no horário das 8h às 18h, no Hospital Universitário (HU), localizado à Av. José de Sá Maniçoba, s/n – Centro de Petrolina. Os públicos alvos são médicos com experiência mínima de 01 ano com pacientes neurocríticos.

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan em Petrolina implanta protocolo de infecção e risco na unidade

O Hospital Dom Malan, da rede estadual de saúde em Petrolina, está em fase de implantação de protocolo de infecção e risco na unidade que é a maior do Sertão de Pernambuco.

A responsável pelo projeto é a médica infectologista, professora titular da Universidade Federal de Pernambuco especialista em infecções e biossegurança, Dra. Silvia Lemos.

O primeiro passo foi dado neste mês de maio, reunindo os profissionais do HDM Ismep para  apresentar o projeto e explicar a execução no dia a dia de funcionamento do hospital que tem a maior maternidade do estado em número de partos e é referência em atendimento materno infantil da Rede PEBA que envolve hospitais de 53 municípios de Pernambuco e Bahia.

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan em Petrolina começou neste sábado mutirão de cirurgias ginecológicas

O Hospital Dom Malan em Petrolina, da rede estadual de saúde no Sertão de Pernambuco, começou neste sábado (18), o mutirão de cirurgias ginecológicas da unidade, como parte do Cuida PE, programa criado pelo Governo do Estado para diminuir as filas de cirurgias eletivas. São mulheres dos municípios da VII Gerência Regional de Saúde (GERES), que envolve Petrolina, Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó e Santa Maria da Boa Vista.

Cerca de 260 pacientes estão na fila de espera da rede. A professora Socorro Felix, de 51 anos, moradora da Cohab Massangano na zona oeste de Petrolina é uma dessas mulheres. Ela aguardava uma Perineoplastia, que é o procedimento cirúrgico que visa reconstruir a região do períneo da mulher, que pode ser impactada pelo excesso de carga ou após o parto vaginal. “Eu espero há mais de dois anos. Eu deixei o encaminhamento na secretaria de saúde do município e nada de me chamarem. Mas com o mutirão foi bem rápido porque eu estava com todos os exames feitos e me chamaram, ” contou.

A assistente social Pamela Lucena, de 35 anos, moradora do Portal da Cidade, também faz cirurgia neste sábado. “Eu fiz um exame preventivo e descobri uma lesão proveniente do HPV (papilomavírus humano). Comecei a fazer os exames em maio do ano passado, mas o diagnóstico foi fechado em novembro do ano passado e eu já tinha recebido encaminhamento da médica para fazer uma conização (tratamento das lesões precursoras do câncer de colo de útero). Eu fiquei aliviada quando me chamaram nesse mutirão, ” relatou Pâmela.

Outras 7 mulheres estão nessa primeira lista de cirurgias deste sábado.  A trabalhadora rural Joelma Souza, de 30 anos, tem um tumor em um dos ovários. ” Eu descobri uma mancha durante um exame preventivo e o tumor foi confirmado num ultrassom. Como eu já tinha os exames prontos quando foi chamada nesse mutirão, já estou aqui para a cirurgia de retirada do ovário.”

Cirurgias

O mutirão de cirurgias do Programa Cuida PE está realizando mais de 14 tipos de cirurgias ginecológicas a exemplo de:  histerectomia, miomectomia, laqueadura tubária, oforectomia, ninfoplastia, correção de fístula, perineoplastia. ” O propósito é atender a fila de espera de Petrolina e de outros municípios. As secretarias de saúde dos municípios encaminham à GERES, a gente aqui no HDM Ismep recebe a lista e faz a triagem de crianças e mulheres. As cirurgias acontecerão aos finais de semana até maio do próximo ano para que a gente possa atender a demanda, ” explicou o coordenador do ambulatório do HDM Ismep, o médico ginecologista Eduardo Alves.

Cirurgias Pediátricas

Além das cirurgias ginecológicas, o mutirão do Programa Cuida PE está atendendo crianças da fila de espera. Estão sendo realizados mais de 16 tipos de cirurgias pediátricas a exemplo de:  herniorrafia inguinal e umbilical, postectomia, fimose, criptorquidia, hipospadia, orquidopexia, colostomia, dentre outras

Ascom/HDM Ismep

Hospital Dom Malan em Petrolina implanta primeira comissão de ética de enfermagem

O Hospital Dom Malan em Petrolina, da rede estadual de saúde, implantou a primeira Comissão de Ética de Enfermagem. Com orientação do Conselho Regional de Enfermagem (COREN-PE), a solenidade aconteceu nesta sexta-feira (17) numa palestra sobre ética na profissão ministrada pelo conselheiro Gabriel Gomes. “A criação dessa comissão de ética é um salto do ponto de vista dos processos que envolvem a questão ética dos serviços de enfermagem. É uma extensão do COREN dentro da unidade, para trabalhar a ética que envolve a assistência ao paciente como o todo, considerando uma perspectiva preventiva e educativa, ” explicou Gabriel.

Louise Mangabeira, de 30 anos, enfermeira há 7 anos, destacou a importância da implantação da comissão: “A ética é o que rege a gente tanto como ser humano como profissional. E todo profissional precisa entender para saber como se comportar dentro do serviço de saúde, principalmente na urgência onde eu trabalho a gente ou quando é necessário, nos momentos difíceis de lidar com pacientes e acompanhantes, porque qualquer conduta pode ser questionada. A gente precisa desse respaldo do conselho, ” destacou Louise.

 Comissão

A primeira comissão do HDM Ismep é composta de sete profissionais com mandato entre 2024 a 2026. Shirley Albérico, 39 anos, é enfermeira da vigilância epidemiológica do hospital e membro da comissão. “É de grande valia essa comissão também pelo perfil da nossa unidade, porque são muitos profissionais dentro da assistência que passam por diversas situações que à luz da ética profissional vão se sentir mais seguros, ” frisou.

“A comissão de ética de enfermagem tem funções educativa, consultiva e de orientação ao exercício ético e profissional dos profissionais. É direcionamento para uma educação permanente que com certeza vai refletir num melhor serviço para os nossos pacientes, ” ressaltou a coordenadora de enfermagem do HDM Ismep, Vanicleide Nunes.

 “O papel da comissão é, diante das circunstâncias, avaliar as possíveis denúncias que possam chegar a essa comissão. Existem situações administrativas que podem causar confusão e a comissão define o que é de cunho ético e o que é de cunho administrativo, e com o apoio do conselho regional, da coordenação de câmara de éticas externas direcionar as medidas, primando pela função preventiva, educativa e conciliadora, ” finalizou o conselheiro do COREN-PE, Gabriel Gomes.

Ascom/HDM Ismep

“Se não fosse enfermeira, eu não faria nenhum outro curso. A enfermagem é minha paixão, ” diz profissional do Hospital Dom Malan em Petrolina

A piauiense de Paulistana, Patrícia Evangelista, 27 anos, transita pelos corredores da triagem obstétrica. A enfermeira fez residência em obstetrícia no Hospital Dom Malan em Petrolina, da rede estadual de saúde.

Hoje é funcionária da unidade que tem a maior maternidade de Pernambuco em número de partos. “É um sonho realizado. Eu sempre quis a área da saúde. Quando fiz o vestibular eu me apaixonei pela profissão e estava decidida desde o começo que eu queria a obstetrícia. E complementei minha formação já com o foco na residência e estou realizada, ” contou.

LEIA MAIS

No dia do Assistente Social, Hospital Dom Malan em Petrolina faz homenagens aos profissionais

Nesta quarta-feira, dia 15 de maio é comemorado o dia do assistente social. O mineiro de Januária, Tiago Oliveira, de 38 anos, é o primeiro homem assistente social a trabalhar no Hospital Dom Malan, da rede estadual de saúde em Petrolina. Há quase 10 anos na unidade ele explica a experiência.

Com quase 10 anos de atuação na unidade, Tiago compartilha sua experiência enfrentando os desafios diários.

Diariamente a gente encontra vários desafios porque nós somos uma unidade de saúde referência para 53 municípios da região. A todo momento a gente tenta resolver os conflitos e viabilizar direitos aos pacientes, acompanhantes e familiares. Nosso papel é de mediação e fazer com que o reconhecimento ao direito à saúde seja efetivado“, explica Tiago.

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan em Petrolina abre Semana da Enfermagem com vasta programação

O Hospital Dom Malan em Petrolina, da rede estadual de saúde, abriu nesta segunda-feira (13), a Semana da Enfermagem. A programação acontecerá até a próxima segunda, dia 20, discutindo vários temas, incluindo também momentos de lazer e cuidados com os profissionais da unidade.

Na abertura do evento, a enfermeira e diretora geral do HDM Ismep, Daniele Moreno, fez uma palestra sobre o uso de tecnologias na unidade hospitalar, destacando as vantagens na otimização dos serviços como avanços que auxiliam os profissionais no atendimento.

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan em Petrolina celebra o Dia das Mães com almoço e música ao vivo

O Hospital Dom Malan em Petrolina, da rede estadual de saúde, fez uma comemoração especial neste domingo (12), dia das mães. O refeitório dos funcionários foi decorado para as mães que trabalham no HDM Ismep, e o almoço ficou mais animado com música ao vivo.

O artista é prata da casa, funcionário da unidade há 8 anos, que abriu mão do almoço com a mãe para tocar e cantar em homenagem às colegas de trabalho. O agente de portaria Allan Verllan, 39 anos, é cantor há 20 anos.

Para ele, cantar em dias como esse num ambiente hospitalar tem um significado diferente. “É muito gratificante, eu gosto porque faz bem para a minha alma, ” ressaltou Allan.

LEIA MAIS

Mutirão de cirurgias pediátricas é iniciado em Petrolina

No sábado (4), teve início o mutirão de cirurgias pediátricas em Petrolina, resultado da força-tarefa da Prefeitura em parceria com o Governo do Estado de Pernambuco.

Nesse primeiro final de semana, 21 crianças foram submetidas aos procedimentos. O mutirão também incluirá cirurgias ginecológicas, previstas para ocorrer a partir da segunda quinzena de maio.

Com o intuito de agilizar o atendimento às demandas da população, a gestão municipal desenvolveu o mutirão de cirurgias pediátricas, realizando procedimentos eletivos no Hospital Dom Malan.

Essa ação foi viabilizada por um investimento de R$ 2 milhões, com previsão de atender mais de 1.100 cirurgias pediátricas e ginecológicas para residentes de Petrolina e outras cidades da região.

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan chama pacientes da lista de espera de cirurgias pediátricas para renovarem consultas pré-operatórias

O Hospital Dom Malan (HDM Ismep) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, tem uma lista de espera de cirurgias pediátricas eletivas de 800 crianças.

Em mutirão neste mês de maio, a equipe do ambulatório onde os pacientes foram atendidos está chamando para a renovação de exames e consultas pré-operatórias. Mas o HDM Ismep está encontrando dificuldade em fazer contato com pacientes e familiares.

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan em Petrolina começou neste sábado mutirão de cirurgias pediátricas

O Hospital Dom Malan em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, começou neste sábado (4), o mutirão de cirurgias pediátricas da unidade, como parte do Cuida PE, programa criado pelo Governo do Estado para diminuir as filas de cirurgias eletivas. A lista de espera é de cerca de 800 crianças dos municípios da VII Gerência Regional de Saúde, que envolve Petrolina, Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó e Santa Maria da Boa Vista.

Estão sendo realizados mais de 16 tipos de cirurgias pediátricas a exemplo de:  herniorrafia inguinal e umbilical, postectomia, fimose, criptorquidia, hipospadia, orquidopexia, colostomia, dentre outras. “São cirurgias de pequeno porte, onde os pacientes operam pela manhã e recebem alta ao final da tarde. São de baixa complexidade, porém que alimentam a fila do SUS e infelizmente atrasam a resolutividade desses pacientes. Nós aqui queremos dar celeridade no atendimento desses pacientes no intuito de ajudar a população, ” explicou o cirurgião pediátrico do Hospital Dom Malan Ismep, Thiago Paixão.

Lara Barbosa, 9 anos, tem hérnias na virilha e no umbigo. Espera há quatro anos pela cirurgia. “Já chorei muito esperando a cirurgia, tentei particular, ficou caro, tentei pela UPA, corri muito atrás. No posto de saúde do João de Deus, me encaminharam para cá, graças a Deus, ” relatou a mãe de Lara, Poliana Barbosa de 27 anos.

A trabalhadora rural Jéssica dos Santos, de 21 anos, acompanhou o filho Iuri dos Santos, de 5 anos, para uma herniorrafia (cirurgia de hérnia no testículo). Para esses moradores do Distrito de Izacolândia, o mutirão encerrou uma longa espera. ” Tem cinco anos que eu tento conseguir essa cirurgia. Corri muito atrás e nunca deu certo. Passei anos deixando guia na secretaria municipal de saúde, levando de pediatra a pediatra e agora, graças a Deus, a gente conseguiu, ” destacou Jéssica.

Raquel de Souza, de oito anos, veio do Projeto Irrigado Maria Tereza, área rural de Petrolina. O pai, o agente de portaria Márcio de Souza Cruz, conta que a espera na fila de cirurgia foi longa. “Nós começamos o processo no posto de saúde há mais de 6 anos. Se não fosse o mutirão agora, nem sei se a gente conseguiria fazer, ” contou.

Julia Nogueira, de 2 anos, moradora do bairro Antônio Cassimiro, espera pela cirurgia hérnia umbilical desde o primeiro mês de vida. “Com cinco dias de vida a pediatra disse que ela precisaria da cirurgia. Eu comecei o processo no posto de saúde, mas só consegui agora com o mutirão, ” contou a mãe de Júlia, a dona de casa Iara Nogueira.

Cirurgias ginecológicas

Além de cirurgias pediátricas, acontecerá também o mutirão de cirurgias ginecológicas no Hospital Dom Malan. A estimativa é realizar 259 em mulheres que estão na fila de espera nos municípios atendidos pela VIII Gerência Regional de Saúde. Para as mulheres, serão mais de 14 tipos de cirurgias ginecológicas, a exemplo de: histerectomia, miomectomia, laqueadura tubária, ooforectomia, ninfoplastia, correção de fístula e perineoplastia.

A previsão é que os procedimentos cirúrgicos sigam sendo executados a cada final de semana, até o dia 25 de maio.

Ascom HDM/Ismep

Hospital Dom Malan em Petrolina registra aumento de atendimentos em quase 480% de crianças com síndromes respiratórias nos últimos três meses

O Hospital Dom Malan (HDM Ismep) em Petrolina registrou somente no mês de abril, 1.757 atendimento às crianças que chegaram ao Pronto Socorro Infantil (PSI) com síndromes respiratórias. Esse número é 477% a mais se comparado aos atendimentos realizados em fevereiro, quando 368 crianças deram entrada na urgência com sintomas de doenças respiratórias.

O número de crianças atendidas com Síndrome Respiratória Aguda Grave aumentou em março e tem subido de lá para cá. No referido mês, 1.401 crianças deram entrada no PSI com sintomas de gripe, febre e dificuldade para respirar. A urgência é o setor frequentemente superlotado, sendo acolhidos em média, 3.500 pacientes por mês e aproximadamente 100 por dia.

Perfil dos pacientes

Sem atendimento no Posto de Saúde do Projeto Irrigado Maria Tereza, na área rural de Petrolina, a agricultora Maria Aparecida Florêncio trouxe o filho Josué, de 11 meses, ao Pronto Socorro Infantil nesta sexta-feira (3). “O postinho de saúde está fechado, ele estava tossindo, hoje teve febre e começou com cansaço, eu trouxe para a urgência, ” contou.

Assim como Aparecida, a dona de casa Érica dos Santos trouxe Maria Laura, de 9 meses, à emergência. Eu moro em João de Deus e no posto de saúde eu não consegui atendimento. Lá, me mandaram vir direto para cá. Minha começou a ter febre, tosse e como não fui atendida no posto, vim consultar no Hospital Dom Malan,” explicou.

Síndromes Respiratórias

A Síndrome Respiratória Aguda Grave afeta principalmente crianças. Entre os vírus identificados, há predomínio dos vírus Influenza A e B e do Vírus Sincicial Respiratório (VSR), ocasionando infecções das vias aéreas que atingem diretamente as crianças, demandando uma grande procura por serviços de saúde e atendimentos pediátricos, com alto índice de internamento.

A Bronquiolite Viral Aguda é a principal causa de infecção viral aguda em bebês com menos de 2 anos de idade, podendo levar à Síndrome Respiratória Aguda Grave. Sua sazonalidade é bem reconhecida, e se inicia mais precocemente na região Nordeste do país, no mês de fevereiro, se estendendo até junho.

“Para bebês prematuros, cardiopatas e portadores de doença pulmonar crônica da prematuridade, a bronquiolite pode representar um risco ainda maior. Os sintomas incluem tosse, chiado no peito, dificuldade respiratória e febre. Sendo assim, caso a criança apresente dificuldade para respirar, chiado no peito, tosse e febre persistente, é essencial procurar orientação médica imediatamente. O tratamento precoce pode ajudar a reduzir a gravidade dos sintomas e prevenir complicações mais sérias, explica a Coordenadora Médica da Emergência Pediátrica do Hospital Dom Malan, a médica pediatra Maria Claudia Ralino.

Estratégias de enfrentamento às Síndromes Respiratórias Agudas Graves

Referência para 53 municípios da Rede PEBA, O Hospital Dom Malan Ismep montou uma estratégia, junto com o Município, para reduzir a quantidade de atendimentos no Hospital Dom Malan, de forma que só sejam encaminhados ao HDM Ismep os casos classificados como mais graves. “Fizemos capacitação dos médicos e traçamos juntos as estratégias de cuidados e tratamento desses pacientes respiratórios. Além das unidades básicas de saúde, a Policlínica está com atendimento em pediatria e nós aqui do Hospital Dom Malan atendemos os casos mais graves, destacou Maria Claudia Ralino.

Prevenção

O período da Síndrome Respiratória Aguda Grave se estende até o mês de junho. “Durante este período, é muito importante que os pais estejam atentos aos sintomas respiratórios de seus filhos, além das medidas preventivas que podem ajudar a reduzir o risco de infecções, como manter as vacinas em dia, evitar locais com grande aglomeração de pessoas, lavar as mãos com frequência e manter a casa bem ventilada, ” alertou a médica pediatra do HDM Ismep.

Ascom

Fotos: Ascom HDM ISMEP ( autorizadas pelos pais)

123