Pai e filho são eletrocutados em parada de ônibus em Porto de Galinhas

Pai e filho, de 52 e 18 anos, respectivamente, foram eletrocutados em uma parada de ônibus na praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco, no final da tarde de terça-feira (16). O incidente aconteceu na rua Esperança Skate Park.

A Prefeitura de Ipojuca informou que os homens foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para hospitais da região.

O Samu confirmou ter sido acionado para a ocorrência, registrada como choque elétrico, às 17h39. O filho foi encaminhado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) de Ipojuca. Já o pai foi atendido no Hospital Carozita Brito, em Nossa Senhora do Ó, também na cidade. Ambos estavam estáveis, segundo a prefeitura.

LEIA MAIS

Idosa de 86 anos morre em incêndio em Casa Nova, Bahia

Na noite de domingo (14), uma idosa de 86 anos, Maria Carmelita dos Santos, faleceu após um incêndio em sua residência em Casa Nova, no norte da Bahia.

De acordo com informações da Polícia Civil, o incêndio pode ter sido causado por uma vela deixada acesa dentro da casa, devido a uma queda de energia elétrica na cidade.

Maria Carmelita e seu filho acenderam a vela para iluminação. No momento do incidente, o filho da vítima havia saído para fazer compras, deixando Maria Carmelita, que estava acamada, sozinha em casa.

LEIA MAIS

Criança de 11 meses morre após levar choque elétrico em casa, na zona rural de Petrolina

Um bebê de 11 meses morreu após receber uma descarga elétrica na casa onde morava, no N8, zona rural de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O incidente ocorreu na quinta-feira (4), segundo informações da Polícia Civil (PC).

A criança foi imediatamente levada para o Hospital Dom Malan, mas, devido à gravidade dos ferimentos, não resistiu e veio a falecer. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Petrolina para a realização de exames.

A Polícia Civil está investigando o caso, que foi registrado como “morte a esclarecer”.

Fonte G1 Petrolina

Menina de 8 anos morre após se balançar em rede e pilastra cair sobre ela no projeto Maria Teresa em Petrolina

Uma menina de 8 anos faleceu na tarde de segunda-feira (1º) após uma pilastra cair sobre ela enquanto brincava em uma rede no Projeto Maria Tereza, zona rural de Petrolina, Pernambuco.

Segundo informações, a menina estava acompanhada da mãe e da tia em casa. Ela saiu para brincar com outras crianças em uma rede. Ao se balançar, uma pilastra caiu sobre ela.

LEIA MAIS

Criança de dois anos morre após ser atingida por pneu de carreta no interior da Bahia

Uma tragédia abalou Feira de Santana, a 100 km de Salvador, no sábado, 29 de junho, quando uma criança de dois anos morreu após ser atingida por um pneu de carreta.

A vítima brincava com o irmão na garagem de casa quando o acidente ocorreu. O caso está sendo tratado como morte acidental pela Polícia Civil.

Segundo relatos da mãe à polícia, o irmão de Ágata gritou por socorro, e ao chegar ao local, a mulher encontrou a filha desacordada, presa sob o pneu de carreta que costumava ficar encostado em uma das paredes da garagem. Ainda não se sabe exatamente como a menina foi atingida pelo pneu.

LEIA MAIS

Rio Grande do Sul investiga mais de 800 casos de leptospirose

O Laboratório Central (Lacen) do Rio Grande do Sul analisa mais de 800 amostras de casos suspeitos de leptospirose. Em nota, a Secretaria de Saúde do estado informou que acompanha o aumento de casos suspeitos associados às enchentes e, consequentemente, ao aumento da exposição da população à doença.

De acordo com a secretaria, o Lacen dispõe de dois testes para o diagnóstico da leptospirose: o teste de biologia molecular, conhecido como RT-PCR, e o teste diagnóstico sorológico.

O RT-PCR detecta a bactéria presente no organismo do paciente e é indicado para a análise de amostras coletadas nos primeiros dias de sintomas. Podem ser analisadas por esse método amostras de pacientes com até sete dias de sintomas.

LEIA MAIS

Governo federal libera mais R$ 1,8 bilhão para ações de apoio ao RS

O governo federal liberou mais R$ 1,8 bilhão para ações de reconstrução no Rio Grande do Sul. A autorização do crédito extraordinário foi feita por meio da edição da Medida Provisória 1.223/2024, publicada na noite desta quinta-feira (23).

A MP entra em vigor imediatamente, mas precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional para não perder a validade. A maior parte do montante irá para ações da Defesa Civil e o Auxílio Reconstrução, somando mais de R$ 1,4 bilhão.

LEIA MAIS

Sobe para 161 número de mortes por chuvas no Rio Grande do Sul

O número de mortes confirmadas no Rio Grande do Sul em consequência do maior evento climático já registrado no estado subiu para 161. Seguem desaparecidas 85 pessoas e 806 ficaram feridas. Os dados são do boletim divulgado pela Defesa Civil do estado nesta terça-feira (21).

Ao menos 654,19 mil gaúchos ainda estão fora das residências, sendo 581.633 desalojados – aqueles que tiveram de sair de seus lares e estão acolhidos em casas de familiares, amigos ou conhecidos – e outras 72.561 pessoas estão morando temporariamente em um dos 839 abrigos cadastrados pela Secretaria de Desenvolvimento Social do Rio Grande do Sul.

LEIA MAIS

Rio Grande do Sul confirma 148 mortes pelas chuvas

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul confirmou mais uma morte decorrente das fortes chuvas que têm assolado o estado, elevando o número total de óbitos para 148. Segundo o boletim atualizado ao meio-dia desta terça-feira (14), ainda há 124 pessoas desaparecidas em decorrência das enchentes.

O estado enfrenta uma situação de calamidade pública, com quase 540 mil (538.545) pessoas desalojadas pelas inundações. Os temporais já afetaram dois em cada dez moradores do Rio Grande do Sul.

Atualmente, 2.124.203 pessoas estão sendo impactadas pelas chuvas, representando 19,47% da população, de acordo com dados do Censo Demográfico 2022 do IBGE.

LEIA MAIS

Gêmea de sete meses que caiu de barco durante resgate em Canoas é encontrada sem vida

A bebê Agnes da Silva Vicente, de sete meses, foi encontrada sem vida. A morte foi confirmada pelos pais, em publicações nas redes sociais neste domingo (12). As buscas mobilizaram voluntários e equipes de forças de segurança.

A menina estava desaparecida desde o dia 4 de maio, após cair do barco que resgatava ela e familiares de uma região inundada em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A irmã gêmea de Agnes também estava na embarcação e conseguiu ser salva.

LEIA MAIS

Mortes decorrentes das chuvas no Rio Grande do Sul alcançam 145, com milhões afetados e centenas de desabrigados

A Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Sul atualizou na noite de domingo (12) os números referentes às consequências das chuvas intensas que assolaram a região. O balanço mais recente revelou um aumento no número de mortes, alcançando um total de 145 vítimas.

Esse número representa um aumento em relação ao boletim anterior, que havia registrado 143 óbitos.

Além das perdas humanas, os impactos das chuvas foram devastadores em termos de deslocamento populacional e danos materiais. O número de desalojados chegou a 538.743 pessoas, enquanto 132 indivíduos permanecem desaparecidos. Outras 806 pessoas ficaram feridas em decorrência dos eventos climáticos.

LEIA MAIS

Aeroporto de Petrolina arrecada 40 toneladas de donativos para vítimas de enchentes no Rio Grande do Sul

(Foto: Divulgação)

Desde domingo (5), o Aeroporto de Petrolina mobilizou uma forte corrente solidária em apoio às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Pontos de doação foram instalados, resultando na arrecadação de cerca de 40 toneladas de alimentos, garrafas de água, materiais de higiene pessoal e outros produtos.

Com o objetivo de encaminhar todo o material arrecadado ao Rio Grande do Sul nos próximos dias, a campanha de doação foi pausada nesta sexta-feira (10), não sendo mais aceitas novas doações.

LEIA MAIS

Número de desalojados dobra em 24 horas no Rio Grande do Sul

O Rio Grande do Sul enfrenta uma grave crise devido às enchentes, conforme dados divulgados pela Defesa Civil estadual. Em apenas 24 horas, o número de pessoas desalojadas mais que dobrou, passando de mais de 163 mil na quarta-feira (8) para 327.105 nesta quinta-feira (9).

Essas pessoas foram obrigadas a deixar suas casas em busca de abrigo em residências de parentes, amigos ou em abrigos públicos.

Os abrigos do estado receberam 68.519 pessoas, enquanto um total de 1,74 milhão de gaúchos foram afetados de alguma forma pelas enchentes, enfrentando perda de casas, falta de luz, água ou comida. Os municípios atingidos já somam 431, o que representa mais de 80% das cidades do estado.

LEIA MAIS

Pernambuco envia efetivo e equipamentos, nesta sexta-feira (10), para operação no Rio Grande do Sul

Nesta sexta-feira (10), 21 militares do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE) e quatro agentes da Defesa Civil iniciarão o deslocamento, por terra, em direção ao Rio Grande do Sul. O objetivo é se unir no resgate das vítimas decorrentes da calamidade instalada pelas fortes chuvas.

Os bombeiros militares e os agentes da Defesa Civil de Pernambuco compõem uma equipe especializada em resposta a desastres, como, por exemplo, o atendimento a ocorrências de enchentes, inundações e deslizamentos de barreiras, uma especialidade do CBMPE.

A missão contará também com dois binômios (cães de busca e seus respectivos condutores) e será feita em sete viaturas de salvamento equipadas com materiais específicos para resgate de vítimas ilhadas e três botes infláveis para salvamento com motores de popa.

LEIA MAIS
123